Bem vindos à minha página
Aqui você encontra um pouco do meu mundo e dos meus trabalhos.
Ononono Valeu!

Recomeçar

Recomeçar

Este site foi criado no ano passado. Escrevi alguns posts, mas não cheguei a divulgar seu endereço. Agora resolvi retomar esta empreitada. E começar tudo de novo. Apaguei os posts que havia publicado. Fica sendo este aqui o primeiro.

Tenho mania de fazer e refazer coisas. O primeiro blog que tive chamava Tapete de Penélope, por causa da amada de Ulisses na mitologia grega que tece e destece tapetes esperando ele voltar da guerra. Comecei o blog-tapete quando meu namorado, hoje marido, morou um ano fora do Brasil em seu doutorado (sim, sou romântica, me perdoem!). Nele eu falava de relacionamento à distância, me queixava da vida, contava minhas aventuras (me mudei para São Paulo no meio desse processo) era mais ou menos essa a proposta.

Tive outros blogs que duraram um tempo e depois retirei do ar. Também tenho essa mania, a de retirar coisas do ar, rasgar, esconder aquilo que escrevi e em que já não me reconheço mais. Refazer, recomeçar.

Espero que este espaço aqui dure muito tempo. Pude construir este site com recurso do Fundo de Arte e Cultura de Goiás. Ganhei um edital de literatura que bancou a publicação de meu primeiro livro, o No Meio do Caminho. A ideia era que o site servisse para divulgar e vender o livro. Mas consegui vender quase todos os livros só nos muitos lançamentos que fiz e divulgando pelo Facebook.

Usarei este site então para fazer uma memória deste projeto. Contarei aqui cada etapa do processo e espero ser útil a quem está em busca de publicar seu primeiro livro.

Aqui também falarei sobre minhas pelejas e conquistas na transição de carreira da comunicação/jornalismo para a área da arte e da cultura.

Há mais de quatro anos moro na Cidade de Goiás, conhecida como Goiás Velho, terra da poeta Cora Coralina. Tem um trecho de um poema dela que eu gosto em particular. Deixo aqui para quem estiver precisando recomeçar alguma coisa no seu jeito de viver.

‘‘Recria tua vida,

sempre e sempre.

Remove pedras,

planta roseiras

e faz doces.

Recomeça’’

Comment